Posts Populares

Parabéns para o meu bebê!

By : Janaína Pupo




Olá meu povo querido!

Hoje (na verdade daqui a pouquinho) 22/03 meu blog faz aniversário, 1 aninho (um bebê ainda).
Agradeço a todos pelo carinho, pelas visitas e comentários, afinal, o que seria deste blog sem vocês, né não?
Obrigada minha gente!

Pra comemorar o aniversário do blog, resolvi fazer uma viagem (ahahaha, brincadeira). Estou sim viajando, a trabalho, mas logo eu volto com a corda toda e novidades (começo de abril) e prometo visitar o blog de cada um de vocês.

Beijos e até loguinho, meus amores.
Jana Pupo


Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br
Tag : ,

Dicionário do Sexo.

By : Janaína Pupo

Olá meu povo querido!

Enviaram-me por e-mail algo bem diferente. É um dicionário de termos sexuais. Confesso que achei alguns bem hilários e para mim, completamente desconhecidos. Pesquisei na net cada palavra citada no dicionário e realmente parece que esses termos são reais. Talvez vocês já conheçam, mas para quem nunca ouviu falar, borá lá “estudar” um pouco mais sobre sexo.

ADOSCULAÇÃO: Calma, não é xingamento. É a fecundação “sem a cobra entrar na moita”, ops, sem penetração vaginal (vaginal parece nome de remédio, credo). Sabe quando o moçoilo goza entre as coxas da menina e ela tem o “azar” (ou sorte, sei lá) de engravidar? Pois bem, é isso.

E ANAFROTIDA, vocês sabem o que é?
É a pessoa que não tem interesse sexual. Pelas barbas do profeta, uma pessoa “ANA” deve ser muito infeliz!

ANDROFOBIA: Aversão a homens, ou seja, se um ser do sexo masculino se aproximar ferrou. Eu heim, fugir do que “é bão”? Jamé!

ANFIERASTIA: Bissexualidade (oi?). Pra que complicar com uma palavra tão feia, não? Muito mais bonito a pessoa dizer que é bissexual e pronto.
CANDAULESISMO: É quando o cara quer exibir para outros homens os atrativos sexuais de sua esposa (ou amante). Saber que outros bofes desejam a “sua” mulher lhe dá prazer.
Moderno, né? =P

CHICHISBEUÍSMO: Gente, fala sério, que palavrinha horrenda. “Chichi” sei lá o que, cruzes! Enfim, chichisbeuísmo é um triangulo amoroso em que a mulher casada tem um amante e não é as escondidas, seu marido e amigos sabem que a “danada” pula a cerca quando bem quer!

COITO INTERMAMÁRIO: É o ato de friccionar o pênis entre os seios da mulher (a famosa espanhola).

COPROLALIA. Hábito compulsivo de pronunciar palavras obscenas durante a transa.
Bem interessante esse nome =)

COREOFILIA: Excitação sexual através da dança.
Vixi nossa, uma bailarina casada ou namorando com alguém que “sofre” de coreofilia vai se dar bem!

DASA: Dependentes de Amor e Sexo Anônimos (eita pleura).

DIDASCOFILIA: Termo raro para indicar a atração sexual de alguém por seu professor ou professora.
Com certeza tem um monte de “DIDAS” por aí.

ESTATUOFILIA: Forma de se excitar e satisfazer vendo ou acariciando estátuas.
Caramba, como pode alguém se excitar com um treco gelado desse? Cada doido com sua mania.

FROTAÇÃO OU FROTEURISMO: Erotização por meio de contato físico corpóreo furtivo (roçar) em aglomeração, filas, em ônibus superlotados etc.
Ou seja, se fulano pegar o metrô no horário de pico e tipo, na estação Sé, ele morre de tesão. Na fila do banco em pleno dia 05 de cada mês, ele pode ter um “colapso erótico”.

GERONTOFILIA: Preferência sexual por pessoas muito mais velhas.
Que nome mais broxante.

GINEFOBIA: Repugnância pelo sexo feminino.
Que horror, mulheres são do bem, poxa!

LIGERASTIA: Situação em que a pessoa só se excita sexualmente no escuro.
Literalmente esse tipo de pessoa se excita com o “nada”, porque não se vê nada no breu. Aliás, ela deve usar muito a imaginação. Detesto o escuro.

MADA: Mulheres que amam demais anônimas. É uma instituição criada para atendimento às mulheres de desejo sexual insaciável.
Patacaparéu, umas “dão de menos” e outras dão demais. Prefiro a segunda opção.

MENOFAGIA: Forma de fetichismo caracterizada pela ingestão de sangue menstrual ou pelo desejo de praticar sexo oral (cunilíngua) em mulher menstruada.
O vampiro perde pra um cara deste.

MISOGAMIA: Aversão ao casamento.
Conheço algumas mulheres que fogem do casamento igual o diabo foge da cruz.

MIXOSCOPIA: Prazer em assistir a atos sexuais.
O individuo olha com os olhos e lambe com a testa, mas isto, pra ele, é que dá prazer. Eu chamaria de "tortura" ter que ficar só olhando, mas... cada um com suas preferências.

NOSOFILIA: Excitação sexual por pessoa que se encontra em doença terminal.
Gente, que é isso? Estou até me sentindo “careta”. Só falta dizer que, além de se excitar pela pessoa com doença terminal, vai se excitar em dobro se o fulano (a) deixar uma boa herança.

PARTENOFILIA: Atração sexual exagerada por virgens.
Ah sim, afinal, o que mais se encontra hoje em dia são pessoas virgens (claro que estou sendo irônica).
PIGOFILIA. Excitação sexual através do contato com nádegas.
Elêlê, o “pigófilo” vive com as mãos e a cara na bunda alheia.

RIPAROFILIA: Quem curte sexo com gente feia, suja ou em situação social inferior, pois assim, se sente no controle da relação.
Ahhh vá, feio e pobre tudo bem, mas sujo? Nem a pau, Juvenal!

UROLAGNIA: Forma de erotização provocada ao ver a urina ou alguém urinar, ou ouvir o som provocado pela emissão do jato urinário.
É muito estranho isso. Conheci um cara que implorava para que eu fizesse xixi na frente dele. Dá licença, né? Não se pode nem mijar em paz?!


Pronto, esses foram os termos que achei mais engraçados (estranhos demais). Alguns destes eu nunca tinha ouvido falar!

E você, conhecia esses “palavrões”? É adepto a algum deles?

*


Beijos e boa semana, meus amores! Jana Pupo. Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para: jana.pupo@yahoo.com.br

Meu twitter

Sexo seguro.

By : Janaína Pupo

Olá meu povo querido!

E aí, como está sendo o carnaval de vocês?
Eu particularmente não curto muito essa festa “da carne”, fico enjoada ao ver tantas bundas e seios estampados na tela da TV e na rua o povo perde (ainda mais) a noção, tipo, ter que ouvir algo como: “Nossa que loira linda você!”
Loira? Alô? Meu cabelo é rosa, mané!

Enfim... para mim o lado bom do carnaval é ficar em casa “pangando” e já que o bofe não pode estar juntinho pra fazer um cafuné, bora comer, “jiboiar” e curtir a preguiça, né não?

Tá, mas aproveitando o carnaval, deixo um recadinho para os “foliões de plantão”. Aproveitem muito, pulem feito pipocas, paquerem, beijem na boca, enrolem as línguas, curtam o “cio”, trepem pra valer, mas não esqueçam de encapar a cobra, colocar a toca no Gonzo, emborrachar o peru... USEM CAMISINHA!

Não vale vir com blábláblá, camisinha é necessário sempre e têm vários tipos, você pode escolher e carregar uma de cada na carteira (ou na bolsa).

Tem as lubrificadas que são as tradicionais, o látex é envolvido por um gel, facilitando a penetração, assim o mocinho não precisa ficar cuspindo no pau antes de “entrar na garagem”.

As sem lubrificantes não são recomendadas, pois rompem com mais facilidade. Sem contar que, o “roçar” não é nada confortável!

Tamanhos diferentes é para você, meu querido, que fica dando desculpa de que tem um pauzão ou um pauzinho e que a camisinha não “acomoda” bem. Tem as “teens” feitas para os adolescentes, as anatômicas e as GG (gostosura grande).

Tem as com aroma pra vocês brincarem de salada de frutas, que tal? Morango, maracujá (pra acalmar), uva, banana (eu não gosto de sabor de banana "na banana"), menta, hortelã (para um hálito melhor), tutti fruti, salada mista e até de chocolate. Quase um arco-íris de frutas!

As texturizadas com relevos, bolinhas, ondulações, mimimi, prometem dar maior prazer.

Tem também a Hot, que é a camisinha que esquenta durante o sexo, literalmente faz a moçoila ficar com fogo na “bacurinha”.

Efeito retardador: esta contém benzocaína, dá uma leve anestesiada no “passarinho” do cara e com isto além da brincadeira durar mais o bofe também prolonga o gozo. Mas cuidado, você pode ser alérgico e aí, ao invés de anestesiar teu “amiguinho”, ele pode é ficar irritado.

Sensitive. Calma lá, não é a camisinha da “mãe Dináh”. Essa é para os “raparigos” que reclamam que a camisinha incomoda. Ela é mais fina que a tradicional e aumenta a sensibilidade durante o “vuco vuco”.

As camisinhas com espermicida são para evitar a gravidez. Todas são (além das DST), só que essas vêm com um produto químico (espermicida) que quando colocados no canal vaginal, matam ou imobilizam o “feliz” espermatozóide, impedindo a entrada do “pobre” no colo uterino. Mas também deve-se tomar cuidado, pois não é 100% eficaz e pode causar alergia.

Viram só quantas opções? Não vale vir com desculpinha, tem camisinha para todos os gostos. E se você não tem grana pra comprar, é só ir num posto de saúde que eles te fornecem de graça (da tradicional, ok?).

É isso, minha gente!
Aproveitem bastante o carnaval e lembrem-se que, sexo bom é sexo seguro!

Beijos e boa semana.
Jana Pupo.

Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br

- Copyright © 2013 Janaina Pupo - Traduzido Por: Template Para Blogspot