Posts Populares

Postado Por: Janaína Pupo 3 de set de 2013




Ei, gente bonita, tudo bom? 

Tô atrasada com o blog, com os e-mails dos leitores, com o sono, enfim, o dia está curto, mas logo tudo voltará ao normal (ou não) =P Enfim, vamos tentar ajudar a Rita? Bora lá...

"Meu nome é Rita, sou casada há dezessete anos com Ernesto. Nosso casamento é ótimo e meu marido sempre teve o fetiche de me ver transando com outro homem e praticamos o menage masculino há cinco anos. Resumindo, nos envolvemos com Nico e estamos vivendo um casamento a três. Estamos felizes e morro de vontade de ser mãe, mas não sei se estou preparada para lidar com isso, meu filho ter dois pais. O que eu faço?"

Rita, querida... que mulher de sorte de você, hein? Cuida bem do Ernesto, porque a mulherada tá em peso esperando o convite dele para o samba ;)
Brincadeirinha, meu doce... só para descontrair.

Com certeza, muitas pessoas já te julgaram e estão te julgando agora. Várias mulheres estão pensando: "nossa, que puta vadia!", mas na real, estão morrendo é de inveja! Confesso que viveria "um causo" desse fácil, fácil, desde que, futuramente, o meu "paquito", não viesse com a historinha de acrescentar outra "paquita" no nosso ninho, porque no nosso límpido aquário, só a PEIXONA PINK AQUI QUE FAZ BORBULHAS DE AMOR! Sim, eu sou ego, eu sou ista, eu sou egoísta. Sou fêmea Alfa e tenho dito.

Mas né, Rita, tudo tem seu ladinho negativo, nem que for só um tiquinho e nesse "triângulo amoroso", fique atenta para os pombinhos não terem crises de ciúme, tipo, um achar que está recebendo menos atenção que o outro, ou teu marido se sentir rejeitado, por ter carne nova no pedaço, mesmo ele curtindo te ver com outro. Cuidado, não exagere no love com o bofe "lançamento".

Eita, já pensou se vira moda isso de Dona Flor e seus dois maridos? Ai que coisa boa! Afinal, sempre só os homens que podiam ter seus haréns, acho digno nós, mulheres, termos um pouco de melado também =P
Tá, eu me empolgo e acabo perdendo o rumo.

Rita, queridona. Sou daquelas que "quase" não critica as pessoas, mas quando tenho que falar, falo sem dó.  Você comentou sobre engravidar e que a ideia do seu filho ter dois pais te incomoda. Vem cá, você tem confiança o suficiente para transar com seu "outro marido" sem camisinha? Cuidado, muié! Seu marido "matriz" aprova isso de você engravidar e a fertilização ser tipo "que vença o mais foda"?

Aprovo todo o seu lance, só acho que você tem que pensar beeeem direitinho e conversar muito com o seu maridão e decidirem juntos o que vão fazer. Sei que já falei isso aqui muuuitas vezes, mas repito: o diálogo, é a arma mais importante em um relacionamento.

Quando o casal decide algo juntos, quando é prazeroso para os dois, é super válido, saudável para a relação. E também é MUITO importante o SEXO SER SEGURO, então, em caso de dúvida, bora encapar o Gonzo. TEM QUE USAR CAMISINHA!

Beijos e boa semana, meus amores!
Jana Pupo.


P.S: Se você me enviou e-mail e ainda não respondi, peço um pouco mais de paciência, que assim que der, respondo, ok?

Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br

{ 10 comentários... read them below or Comentario }

  1. Parabéns pela coragem, Rita. Apesar de eu achar a Jana muito feminista, por só ela poder ter dois homens e o macho dela nunca poder aproveitar duas fêmeas, a resposta foi muito boa. Parabéns, pra Rita por dar a cara a tapa e pra Jana pelas respostas inteligentes sempre !

    ResponderExcluir
  2. É complicado constituir família assim. Primeiro que você tem que pensar na criação da criança, ou seja, ela vai ter dois pais e isso vai gerar problemas no convívio social da criança. Acho interessante que a criança tenha um pai só, de preferência pela Matriz e não pela filial, e que o relacionamento de vocês fique restrito somente ao triângulo amoroso e deixe a criança fora disso. Veja, a criança cresceria normalmente sabendo que há dois pais, o porém, é que os amiguinhos só terão 1 pai, e logo logo a fofoca se espalha e pode trazer conflitos emocionais a essa criança, por mais amor e carinho que os três dediquem. Veja, é uma situação incomum, e como tal deve ser muito bem pensada. Não vejo com bons olhos esse tipo de criação, pelo menos não aqui na realidade de nosso Brasil.

    Bom, já dei a minha opnião sobre o caso.

    Beijos do Conde.

    ResponderExcluir
  3. Conde, eu discordo da sua opinião.Se fosse antigamente, poderia causar traumas sim para uma criança,mas nos dias de hoje não.Afinal,nem mesmo nos casamentos convencionais um filho está livre de passar por esses conflitos.Hoje casamento se tornou banal,aventura.Eu acredito que a Rita e o Ernesto podem dar conta dessa grande jornada.

    É só minha opinião.

    Abraço Jana, parabéns pelo texto.
    Robson.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, obrigada por visitar o blog, seja sempre muito bem vindo. Amore,será que sou feminista? Jamais chegaria para meu bofe com a proposta dele aceitar outro cara comigo, pois ele sabe que eu não aceito outra mulher entre nós. Agora se ele virasse pra minha pessoinha e falasse que tudo bem, que não se importaria, que o fetiche dele realmente era o menage masculino, eu toparia, sim!

    Beijos, honey.

    ResponderExcluir
  5. Não aceito outro nem pediria q meu marido aceitasse tbm... mas não acho errado, a felicidade tem varios caminhos e se a Rita ta feliz tá bom, só acho q as escolhas devem todas ser feitas a três !

    ResponderExcluir
  6. Tudo vale pra ser feliz... mas vamos e convenhamos neah! estou com nosso amigo Vlad!

    mega bjo Jana linda *-*

    ResponderExcluir
  7. Oh Conde, andas desatualizado do mundo atual héin?! Conflitos sempre teremos ou causaremos para outros não importante se é do modo convencional ou transgressivo; porém deixar de ser feliz pensando nessa questão é quase ignorância. Falo em meu nome, o receio de ser mal vista diante dos olhos alheios me torna ignorante.
    Boa sorte moça, não se detenha por medos.

    E Jana, parabéns pelo o novo estilo do site.
    Menina, levei um susto quando entrei aqui, lindão.

    ResponderExcluir
  8. Aai, que tudo! Quem dera eu ter um companheiro assim! :)
    Aai que vontade de ter um casamento tão Feliz!
    Um dia chego lá! ;-)

    ResponderExcluir
  9. dois pais e uma mãe não pode né? mas duas mães ou dois pais, pode?
    desde que tenha AMOR e tudo dentro da lei (no caso, quem registrar teria que cumprir A LEI de assumir civil) porque não?
    seja feliz, moça! com dois maridos, mto amor e um filho de cada um, pra não dar briga!

    ResponderExcluir

- Copyright © 2013 Janaina Pupo - Traduzido Por: Template Para Blogspot