Posts Populares

Negão mal-dotado.

By : Janaína Pupo



"Meu nome é Patricia e meu sonho sempre foi sair com um negro por causa da fama deles terem o pau enorme, só que sempre tive receio, medo de doer muito, porque meu ex-namorado tem 18cm e já me preenchia demais. Depois que terminamos, finalmente consegui marcar um encontro com o meu primeiro negão e não fiquei fazendo charme, ele me convidou para o Motel e topei no ato. Só que, quando finalmente eu ia ficar cara a cara com o que eu mais desejava, tive a maior frustração da minha vida! Juro! O negão tinha o pau menor, uns 14cm e mais fino que o do meu namorado, que era branco azedo! Achei que pudesse estar mole, mas não, estava duro, era só aquilo mesmo. Foi frustrante. E não entendo, o cara era bem negro mesmo, alto, bem alto, forte, como pode? Como faço pra saber que tipo de negro tem o pênis enorme igual aqueles de filmes? Me ajuda?"

Patricia, querida, você tem outros sonhos, né? O_o

Menina, então quer dizer que você foi toda, toda, crente que ia dar de cara com uma anaconda e sai da cueca uma manjubinha?

HAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAHHAHAHAHAHAHA
Que cosa triste!

Mas amiga, vem cá, você conhece pouco de cacete, né? Deixa eu te contar uma coisa: Pau não é tudo igual para cada tipo de raça, ou você acha que todo branco azedo tem o robalo igual do teu ex? Que todo japonês tem "caralhinho"? Tenho colegas fissuradas em homem dos olhos rasgados e elas dizem que já pegaram japonês pauzudo, eu já vi japonês pauzudo, então benhê, não podemos generalizar NADA!

Patricia, você sonha (ou sonhava) sair com um negro porque quer levar um "papo reto" com o Kid Bengala, mas minha frô, teu ex tem 18cm de vara, tá bão não? Você tá desejando o que? Uns 28cm? Eu hein!

Já tive o prazer de sair com negros, donos de belos cacetes, mas nada de anaconda e já saí com branco que, quando vi aquela cobra Píton crescendo pra cima da minha Janinha, quase gritei pelo Tarzan!

"Como faço pra saber que tipo de negro tem o pênis enorme igual aqueles de filmes?"

Simples. Você chega no negão e pergunta: você tem pauzão?

Fia, desencana disso. Não é o pau o responsável pelos fogos de artifícios que você vê quando goza, é O DONO DO PAU!

O cara pode ter "um mini ganso" entre as pernas e foder gostoso pra caramba, porque a foda é o todo, não só o pau na buceta, saca?
Aí vem aquele com o pau grandão e acha que é só socar pra dentro e pronto.
Tá, não estou generalizando, tem homem pauzudo que manda bem, mas juro, tamanho realmente não é documento.

Patricia,  se você NECESSITA, QUER, matar sua vontade, se isso vai te realizar, o negócio é: ou arrisca, saindo com outros negros, até achar seu "cano dos sonhos"  ou vai nos classificados, procura "um michê" com um "robalão trincando" e bota a cobra pra entrar no buraco.

Mas óóóóó, NÃO ESQUECE A CAMISINHA, HEIN? Existe extra grande =P



Jana Pupo.
Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br


Calcinha menor que a minha.

By : Janaína Pupo


Aí, quando você pensa que já viu e viveu de tudo, eis que a vida, o destino, a puta que pariu o mundo, te apronta outra.
Sabe aquele bofe Friboi, que para tuuudo onde passa, é o sonho de consumo até de quem não curte linguiça? Pois é, meu bem, caiu um desse na minha rede e euzinha, que não bebo, não uso drogas, estava sã e sendo xavecada pelo boy magia da balada, ahh, já sou toda empinada , quem me conhece sabe, pois naquela noite quase pareço uma pipa!

No segundo encontro, aceitei o convite de ir a sua humilde residência conhecer a decoração (ahãn, finge que acredita). Gente, o cara morava sozinho numa casa que, eu teria que trabalhar três vidas pra poder comprar metade do terreno hahahahahaha (ok, exagerei, duas vidas). 

Chega de lero lero, vou direto ao ponto constrangedor. O bofe me leva para um quarto que parecia de jogos e o lençol era algo como twister. Mano, eu padeci as poucas vezes que brinquei nesse tapete NO CHÃO, não curti ficar com meu bundão na cara alheia, mas enfim.

Na hora que vi aquilo, fingi que aquele lençol era suuper tendência, super normal e já que era uma suíte, fui ao banheiro com a desculpinha de me arrumar pra ele (e realmente ia, uma lingerie bonita faz bem, né?), mas aí, meu povo e minha pova, lá dentro do banheiro, começo ouvir o maior pancadão tocando no quarto, parecia uma balada. Saí de mansinho, de lingerie, mas com a toalha enrolada no corpo e quando olho pra cama, aquele baita homem desejado por geral, estava de quatro sobre a cama, com um fio dental VERMELHO atolado no rego, dando palmadas na bunda e quando me viu, gritou: "Vem, gostosa! Bate na bundinha do seu hominho, bate!"




COMÉQUEÉ? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA (toma fôlego) HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA (quase levo um tapaleco nas zoreia).

Eu ri, gente. Ri tanto, a ponto de apoiar na parede e agachar até o chão, porque a barriga doía de tanto dar risada. E não foi proposital, fui pega de surpresa, poxa!  Nada contra, mas aquele leão estava mais pra carneirinho.O cara usava
uma "calcinha" menor que a minha, porra! Não me contive, foi mais forte que eu, e casquei o bico, ri de chorar.

E o bofe? Levou-me pra casa, não provou da minha Friboiceta, porque depois dessa, minha "menina" secou de vez e claro que nunca mais ele quis me ver. Na verdade, acho que ele fugia de minha pessoinha, pois deixou de frequentar os mesmos bares e baladas e cada vez que a gente se esbarrava, ele ficava tão sem graça, que parecia uma flor murcha. Talvez tivesse receio de eu comentar com algum dos seus amigos ou com alguém... que isso, sou discreta, só conto no blog hahahahahahaha.

Óóóóó lá, tá vendo como o diálogo é SEMPRE fundamental? O boy magia podia ter preparado o terreno, falado que curtia se transformar no Tarzan versão moderna, com aquela sunguinha fio dental no rabo, porque aí, certeza que eu levaria numa boa. Com conversa faço até plantação de cenoura, mas poxa, não chega chegando sem falar nada, porque dependendo da surpresa, ahhh, eu vou rir mesmo... melhor do que chorar.

Jana Pupo

Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br

Ajuda eu aí, gente!

By : Janaína Pupo

Tá bom, você está precisando de um conselho, desabafar, tirar uma dúvida, aí resolve escrever para a louca da Jana, mas gente, tem vez que eu recebo cada e-mail sem pé, nem cabeça, que minha reação é: Oi?!
Quer um exemplo? Lê isso:

"Quando eu gozo, eu cheiro. É normal?"

Criatura, você cheira O QUE ou A QUE?
Cheira pó, cheira perfume, cheira acetona, cheira o gozo, cheira o que?

Ou você quer dizer que, depois que goza, cheira a sexo?
Porque se for isso, é normal, oras! Mas cheiro natural e não cheiro de carniça, fudum, bacalhau, cheiro de estragado, sacou?

Ôôô gente, ajuda eu aí, pô!
Custa detalhar um pouquinho mais? Tá, não precisa escrever uma enciclopédia, mas ser total miserável até com as palavras, aí não dá! Não sou a mãe Janaina, que adivinha o que você está pensando, então, colabora, bele ;)

Beijos
Jana Pupo.

Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br

Primeiro amor pode durar pra sempre?

By : Janaína Pupo


Aí você chega, sentindo aquele puta frio na barriga, afinal, é dia de apresentar seu primeiro amor pra família. Sabe-se lá como cada um vai reagir, então, você aproveita aquele churrasco que vai ter na casa da avó ou daquele tio que tem a casa maior e leva teu (tua) amorzão lá, assim apresenta pra geral.

Não, gente, eu não estou vivendo isso. Titia Jana, hoje, fica do outro lado, só assistindo quem passa por esse episódio (que acontece com quase todos).

Você, novinha(o), que está prestes a passar ou passou a pouco por isto, sabe o que seus pais, avós, tios, padrinhos, primos mais velhos, amigos da família, o "homi da vendinha", a tia da quitanda, enfim, as línguas faladeiras saem tagarelando por aí? Coisas do tipo:

-Ah, eles nem sabem o que é amor, são novos demais. 
-Ela vai pra faculdade e vai esquecer esse namoradinho.
-A namoradinha dele é boazinha, mas ele é muito novo, tem que conhecer outras garotas.
-Esse namoro é fogo de palha.

Etc, etc, etc, etc, etc, etc, etc, etc, etc, etc, etc, e são tantos "etceteras" que acabaria fevereiro e eu continuaria aqui, escrevendo.

Meu primeiro amor, o que tirou "o meu lacre" (virgindade), aquele que todos rogaram pragas, fizeram simpatia e tentaram afastar de mim de todo jeito, hoje é o bofe que dorme e acorda ao meu lado todos os dias, tcharam hahahahaha.

No nosso caso, tivemos dois términos e nesse tempo, nos relacionamos com outras pessoas, mas conheço casais que, começaram a namorar na adolescência, estudaram, foram pra universidade, se formaram, casaram, alguns já tem filhos e continuam juntos e detalhe, se amando.

Ok, hoje em dia tudo está banalizado, os valores estão trocados, muitas vezes, perdidos, está faltando amor, mas não gosto de generalizar nada, entende?
Ainda tem muita gente que ama pra valer e com muito amor pra dar!

E, repare: geralmente, quem aponta o dedo e "bota gosto ruim", é um ser frustrado, que vive num relacionamento infeliz, desses de aparência, tipo de margarina, que parece lindo, mas é pura hipocrisia, só que não tem coragem de fazer nada pra mudar, então é melhor falar da vida alheia, né não?

Por isso, desejo tanto a felicidade das pessoas, porque quem está feliz, não perturba os outros.

Enfim, óbvio que terá quem discorde do que escrevi, mas penso que podemos sim,  amar alguém pra sempre. De repente, essa pessoa pode nem te querer mais e, mesmo assim, você continuar a amando. De repente, sabe-se lá o por que, o destino separa o casal, mas ainda assim, separados, cada um vivendo sua vida, um continua amando o outro. Vai saber?

A verdade é que sou louca, tenho esse jeito descolado, falo mais que a boca, converso com todos, dou risada de tudo, sou esquisóide, mas sou recheada de amor. Por isso sou gorda, é muito amor pra caber num corpinho magro hahahaha. E uma vez ouvi uma frase, que amei e a uso desde então, diz assim:

"Desde que nasci, eu morro de amor!"

Pois bem, que tal cada um cuidar da sua vidinha e parar de rogar praga na felicidade dos outros? Se aquele amor é passageiro, o que tem você que se meter nisso?

Sai pra lá, azedume!

Beijos.
Jana Pupo.

Dicas, dúvidas, críticas e sugestões escreva para:
jana.pupo@yahoo.com.br

- Copyright © 2013 Janaina Pupo - Traduzido Por: Template Para Blogspot